Saiba como reformar e decorar a casa com pouco dinheiro

custoreforma446Fim de  ano  chegando.

É hora de começar aquele projeto de dar uma repaginada na casa, ou no escritório, para entrar 2016 de cara nova.

Mas o ano também é de crise (econômica) e o momento pede calma – além de um orçamento mais “realista”. A palavra de ordem, portanto, é reformar gastando pouco – de preferência, muito pouco.

Os  especialistas recomendam :  pesquisa de preço, da qualidade da  mão de obra e dos materiais. Outro ponto é  o “conceito” da intervenção. Estes são  os principais aspectos a serem levados em conta quando se pensa em economizar com a obra.

Pulo do gato

Empregar bem o dinheiro é o grande “pulo do gato” em um momento de crise. A relação custo-benefício na especificação dos materiais, mais do que nunca, tem de ser olhada com atenção,  pois o valor investido será revertido em benefício do imóvel, do estilo e do momento de vida do cliente.

Na atual conjuntura estão todos se comportando com mais cautela na hora de investir.

Outra  maneira  por causa do “contexto”, pode-se  fazer  uma  reforma cosmetica :  apenas trocar o piso, pintar as paredes, refazer instalações elétrica e hidráulica – além de restaurar e/ou comprar alguns poucos móveis.

A  idéia   central  é  sempre se  ater  ao  seu  orçamento.

Nessa  hora devem ser  consideradas soluções criativas.

É preciso adaptar. Se não pode ter um painel de madeira (para TV ou como forro), vai um papel de parede. Se não pode pastilhar o banheiro do chão até o teto, sobe-se o porcelanato, até a altura de 1,2 metro e aplica a pastilha no restante. O ideal é reaproveitar ao máximo: reaproveitar o forro de gesso, a instalação elétrica, os vidros e as pastilhas da fachada.

Reduza os gastos com a reformacustoreforma44

Questione o projeto – Não tenha vergonha de questionar qualquer coisa que não entenda. O projeto de gesso, por exemplo, pode ser cheio de rebaixos e sancas, mas, se você der uma  simplificada, a economia pode ser grande

Faça vários orçamentos e negocie – A compra dos materiais deve ser realizada de forma planejada. Faça orçamentos em vários fornecedores e compre o maior número de itens possíveis de uma só vez. Assim, você consegue negociar desconto e prazo para pagamento

Fique de olho na escolha dos acabamentos – Nem sempre o mais barato ou o mais caro é o mais indicado. Conheça, pesquise, visite lojas e pergunte para os profissionais o que utilizar. O material tem que estar adequado ao uso

Faça somente o necessário ou planeje em etapas – Em construção, mais metragem quadrada é igual a mais dinheiro. Pense sobre o tamanho do seu projeto e pergunte-se sobre quanto espaço realmente precisa

Prefira contratar profissional especialista – O orçamento pode ser curto, mas contratar um técnico é uma maneira inteligente de ser eficiente na sua obra

Por onde começar a reforma?

Esta é a pergunta crucial.

Bom, cada caso é um caso. Tudo vai depender das escolhas que você fizer.

custoreforma447

1. Layout do imóvel

Antes de qualquer coisa, é  preciso ter em mente e também em desenhos e anotações todas as ideias , e se possível um projeto de um arquiteto  ajudará muito. Com isso em mãos ficará mais fácil na hora de escolher cada item da reforma. Sem saber onde vai cada móvel, tamanho de bancadas, pias, etc. fica difícil saber se precisará alterar outros itens como a elétrica ou hidráulica por exemplo.

2. Alterações de layout de paredes

Comece pela quebradeira fazendo aquela passagem da suíte para o outro quarto, ou coisa semelhante. Nessa fase também quebramos a parede do banheiro para fazer o nicho. Mas antes disso não esqueçam de verificar  se as paredes são estruturais ou não, caso contrário fica perigoso.

Tenha em mente que você precisará nessa fase arcar com o custo do pedreiro, massas ou gesso para acabamento.

3. Gesso e elétrica

A parte que faz mais sujeira sempre deve  ser  feita  antes.  Esse pó branco de gesso é um caos, então não deixe pra fazer após colocar o piso e os móveis por exemplo. 

E já que vai fazer o gesso aproveite para contratar a elétrica também, para poder passar a fiação . É aconselhável contratar os dois serviços juntos, assim na hora de comprar os spots já fica tudo pronto para a instalação.

Dica:  se puder comprar os spots, plafons e luminárias nesta fase, o gesseiro já conseguirá deixar tudo furado e recortado para fazer a instalação da iluminação. Se não, tenha em mente que fará sujeira novamente na hora de furar.

4. Retirada dos pisos, revestimentos e bancadas

Mais uma etapa de muita sujeira e entulho.  Em alguns casos tem como pular esta etapa e colocar piso sobre piso por exemplo evitando o quebra-quebra. Há condições de se fazer  isso na área da cozinha, colocando  pastilhas e o revestimento cerâmico na parede do tanque. Atenção :  se aplicar piso sobre piso  confira diferença de altura entre os pisos .
Nesta fase há  custos do pedreiro e da caçamba para o entulho.

5. Ponto de água

Lembre-se de que ao tirar as bancadas você terá que tirar as torneiras, mas deixe pelo menos uma instalada nem que seja em uma mangueira para os fornecedores poderem trabalhar.

6. Impermeabilizante

E se você resolveu tirar todos os pisos lembre-se que então acabou de perder a garantia de impermeabilização da construtora. Para não correr o risco de lavar os banheiros ou a  cozinha e ou a  varanda e ver o vizinho debaixo reclamando de infiltração, avalie a  impermeabilização.

7. Alterações de pontos de tomadas e interruptores

Se no seu projeto terá uma bancada de cozinha que vai de fora a fora na parede , você precisará de novos pontos de tomada para poder ligar os eletrodomésticos abaixo dela. Lembre-se de verificar os demais cômodos do seu apartamento/casa de acordo com os projetos e ideias. Ah e aqui também verifique se as paredes são estruturais .

8. Colocação dos pisos cerâmicos e revestimentos

Então é hora de escolher e comprar os pisos e revestimentos para cada ambiente. Além disso não esqueça das argamassas e rejuntes, assim como a mão de obra do pedreiro/azulejista para a colocação.

9. Torneiras, cooktop, bancadas, cubas e nichos

Esta fase é uma das mais caras da reforma.
Aqui é a hora de decidir praticamente tudo em conjunto pois uma coisa depende da outra. Quando você bater o martelo e fechar o negócio com a marmoraria, prepare o bolso para comprar as torneiras, cubas e o cooktop ou pelo menos ter a certeza do modelo escolhido, pois a furação das bancadas depende do tipo de cuba que você optou, do tamanho do cooktop e do modelo de torneira escolhida. Após ter tudo decidido é só agendar a instalação e a furação das bancadas.

10. Contrapiso

Esta parte pode ser feita antes ou após o gesso. Conferir os pisos dos outros  ambientes para adequar o piso ao contrapiso necesário.

11 Pintura

Essa fase  dá  a sensação de que finalmente a reforma começa a chegar ao fim.  Mas prepare o bolso novamente  Principalmente se resolver contratar mão de obra de um pintor. Se usar  o processo do “faça você mesmo“ arrregaçe  as mangas. Alerta para detalhes especificos que somente um bom profissonal sabe  como  agir. A  escolha da  tinta  tambem deve ser considerada no “faça você mesmo“ :  cores  e  tipo  de   tinta exigem um tratamento profissional. Tintas também são itens bem caros em uma reforma, e se for escolher cor especial , ela precisa ser preparada em máquina e fica muito mais caro.

Dica: Não esqueça de proteger com plásticos e jornais as suas bancadas e pisos novos!

12. Iluminação

Depois da sanca, gesso e teto pintados é a hora de instalar toda a iluminação, desde os spots até plafons, luminárias e pendentes.

13. Instalação do piso vinílico ou laminado

E finalmente o momento mais esperado onde a poeira da reforma começa finalmente a dar uma trégua: a instalação do seu piso vinílico, laminado ou madeira.

Dica: peça para a empresa deixar os locais onde vão móveis planejados embutidos sem a instalação do rodapé e depois quando os móveis forem instalados eles voltam para fazer o arremate. Fica muito mais bonito e sem correr o risco da loja de móveis detonar o seu rodapé novo!

14 Móveis planejados

Com todos os pisos instalados, agora é a hora da instalação dos móveis planejados. Não esqueçam que geralmente as lojas e marcenarias demoram entre um a três meses para entregar então você pode se programar e fechar o negócio bem antes de terminar a reforma. As  restrições orçamentárias devem ser consideradas no planejamento da instalação desses  moveis : cozinha, banheiros, quartos, sala podem ser  escalonados.

15. Rodapé (arremate)

Caso o seu rodapé precise ser pintado, proteja o piso e os móveis próximos.

Conclusão

Após tudo isso você pode  partir para a escolha do aquecedor à gás, aquecedor elétrico, colocar redes de proteção, vidros na varanda , box no banheiro, instalar chuveiro, comprar a cama e os demais móveis.

Aproveite seu esforço.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s